Mittwoch, September 15, 2004

meu mundo

Dia cinzento.
Frio.

Encosto a cabeça na janela e deixo os pensamentos voarem.
Voam longe ...além do pensamento, fora do meu controle.
E fico assim, imóvel ..como se o tempo parasse e me fechasse dentro desse mundo que é só meu.

É como se uma redoma de cristal me rodeasse, inquebrável.
Transparente.


Lá fora a vida continua.
E eu fico ali, flutuando, alheia a tudo, sentindo ora o frio, ora o calor.

E nada me incomoda, e ninguém se aproxima.

Ali, as estrelas estâo à distância de um toque.

As dores sossegam o latir constante ...as feridas fecham suas mágoas e páram o sangrar. Ali seco as minhas lágrimas.

Ali posso ser.

(e não quero mais voltar)

Kommentare:

AlmaAzul hat gesagt…

É bom de mais o lado de lá :) se não fosse não haveriam tantos autistas. No entanto por melhor que seja de vez enquanto temos de encarar o lado de cá...o que nunca é muito fácil. Eu pessoalmente prefiro-te deste lado não sei porque... srsr.
Abraço.

***AlmaAzul

souuma hat gesagt…

Esse lado, esse mundo, existem na perfeição e em equilíbrio quando por breves momentos. Esse lado é demasiado bom, sim, mas neste também se vive, também se sente, também se é.