Samstag, März 31, 2007

Asfixia d'um soluço.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket





Nascem trôpegos na garganta,
Soluços incertos e tortos,
D’ um choro silencioso,
Sufocado entre lamentos e pranto!

Desaprendi a soltar as lágrimas.
Gastei-as no passado;
Em desilusões e despedidas
E ...muitas, muitas noites vazias.


Hoje, gasto o choro em golinhos de palavras.
Engulo tristeza e vomito a dor.
Nas entrelinhas, subtil e disfarçado
O verbo conjugado e embuçado.

Meus dentes mordem fogo
Os lábios cospem ácido
Na língua sabor a fel e amargo
Olhar baço de extremo cansaço.


Rasgo-me!
Das promessas ocas.
De mentiras e jogos do faz de conta.

Jamais!

Kommentare:

franz f. hat gesagt…

Olá sonhadora :)

Jamais irei perder de vista as suas palavras e privar-me de visitar o seu cantinho.
Nunca desista...

Abraço meigo...fique bem :)

sonhadora hat gesagt…

Franz ...

A ideia de desistir daqui, como já falámos em tempos, continua ...

Mas, se tal acontecer, sabe o meu endereço.

Abraço apertadinho em si *