Samstag, Juni 02, 2007

Avalanche de Sentires



Demonstrar alegria ..não seria dificil se não fosse por este espinho cravado na alma.
Inumando adentro,
ensombrando e entorpecendo o passar dos dias.

É dor!
É mágoa roendo aos poucos,
Desilusão entrelaçando frustação sufocante,
Acolhendo-me num abraço estreito e asfixiante!
Sinto-me perdida, a mente atrofiada,
Impossibilitada de pensar,
Anestesiada nos gestos!
Um imenso vazio, acorrenta-me os movimentos,
sentindo-me impotente perante o desconhecido.
Frente ao inevitavél, caminho sem nexo.
No peito a sensação exinani, de perca cabal.




Esvai-se a alma entre soluços,
como criança arrancada sem piedade ao seio da mãe,
desprotegida ...lateja, fragoando auxilio.

Perdi o Norte!
Toda e qualquer noção de orientação,
a razão de estar,
de sentir,
de ser!

Rodeam-me imagens impostoras numa floresta de incógnitas;
fraseadas em covardias disfarçadas de sentimentos de nobreza e valores morais!
Sentires erróneos!
A angustia aflora em força;
Corroendo sorrisos, ofuscando brilhos,
E o grito morre nas mãos vazias de esperânças mutiladas.
Recolho-me na solidão de sentires controversos,
e no sono,repouso o cansaço,
açoitado pela crueldade e rudeza dos tantos negativos aconteceres.
Entre um e outro acordar,
Fumo!

Envolta em névoa de profunda tristeza e desamparo,
assomo à rua.
Não há verdes, nem silêncios!
Nem pássaros esvoaçando o céu escondido.
Só muros altos, barrando a passagem do sol.

Num velho e sujo telhado abaixo, um gato bébé,
resolveu brincar em baixo da pequena janela deste quarto de paredes nuas,
frias e impessoais,
algures no meio duma selva de cimento.
Querendo alegrar-me o dia,
palhaceou-se, empinando-se em saltos arabescos,
controcendo-se, rebolando-se ...
e olhando-me de patitas no ar, convidando ao sorriso.
E por uns instantes ..
o mundo parou de dar voltas.
Os minutos passaram velozes e eu, ali, olhando o minusculo ser,
esqueci um pouco a solidão, e partilhei com ele a gentileza do momento,
oferecida gratuitamente ..
como só os animais sabem presentear!

São tão poucas as palavras que conheço para poder escrever,
descrevendo tudo quanto senti neste longo e interminável dia.
Qualquer adjectivo seria exíguo, circunscrito!

As horas parecem-me dias intermináveis ...uma eternidade abismal.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Os olhos ...

são lagoas saudosas de rios dimanando na face escondida
em almofadas de uma cama estranha.
Correm, incontroláveis,
galgando margens da máscara alegre e serena que me impus.
E ainda faltam tantos dias ...
Regressar a casa, ao meu cantinho, tornou-se um objectivo constante.
Tudo que me rodeia é como uma prisão de vontades, de sentires, de actos, mas ..
Em todo estes momentos que teimam em não passar,
tenho tempo para pensar em tudo,
e em nada especial.

Penso no Mundo!
Na Vida!
Na Humanidade!
Nos Sentires!
Na palavra! Outrora, código de honra!
Nos amigos-Amigos!
Tb nos falsos, nos velhacos, nos hipócritas!
Enfim ...nas pessoas em geral.
E chegando a uma conclusão, (a minha),
quanto mais pessoas conheço mais amo os animais.
(Sem ofensa a quem merece todo o meu carinho e respeito).
Os animais ...na sua irracionalidade,
brindam carinho, amor e confiança incondicionalmente.
Estão presentes, nas boas e nas más horas.
São capazes de gestos heróicos.
Perdoam!!

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Conheci pessoas na rua que sendo desconhecidos me ofereceram ajuda,
dispondo do seu tempo de mão estendida.
Estive com “amigos” que embora ajudando, num dado momento ( e agradeço)
passaram a “batata quente” a outrem.
Despedindo-se com promessas vãs.
Esquecendo que em certos momentos de desespero,
uma palavra amiga é um pedaço de paraíso!!

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket







Kommentare:

Equi. hat gesagt…

...um beijo e mimos :-)...

AxilaIrritada hat gesagt…

Já passou ... Felizmente!

sonhadora hat gesagt…

Beijo meigo Equi. :-)

Olhos-céu,
cabelos fogo.
Mulher meiga,
Intensa.

Obrigada pelo carinho imenso *

sonhadora hat gesagt…

:-) axilairritada

Pois sim, já ...
E nem trouxe um pedacinho de sol tal a pressa de regressar.

Mas sabes ...
"Trouxe-te" comigo ..aqui, na alma.
Não esqueço, o almoço sabor a mãe.
Os mimos ...
As gargalhadas, as brincadeiras ..
E os silêncios que a ti preocupavam :-)

Bem hajas *

Paty hat gesagt…

Até que nos divertimos...os sumos de laranja,os filtramentos as compras das 1527 carteiras...o isqueiro... Só o isqueiro merece um post ... Os taxistas hahahahah

sonhadora hat gesagt…

ai a minha carteira lindérrima e o isqueiro chiquérimo ..merecem uns 10 posts!

E os "filtramentos", ai ai Jasus!! Não tive muita sorte, contigo a tiracolo...rs

Não me deixas-te ser jovem, Pá!!!

Rs

Beijo ;-)