Mittwoch, Mai 09, 2007

Transparências


Traí a mim mesma,
Concedendo-me mais uma vez confiar incondicionalmente.
Entreguei passado,presente.
E as expectativas de um futuro achegado.
Ofereci lembranças, ancoradas no subconsciente ...
Que pouco a pouco acostavam nos meus olhos.

Pranteei, recordando o menos bom!
A miséria humana que presenciei.
Mentes retorcidas e desleais com quem cruzei.

Conheci gente rica
Convivi com os pobres, os sem tecto
Eruditos, iletrados.
Os saudáveis ... lamentando-se à beira-vida
Moribundos ...Muemando!

Vivi o assalto em própria carne,
Tatuaram-me a pele a ferro e sangue.
Roubaram de mim, meninice,
Inocência.
Sorrisos!

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Enfrentei cara a cara a fome.
A morte!
O medo!
A distância e a solidão.
Chorei, lutei,
E venci!

Os párias da sociedade,
Não me rasgam a alma.
Não a alcançam, não lhe tocam!
Não a mancham.
Não corrompem, nem corroem meu Credo.

Enxovalha-me quem eu amo!
Os que chegam mansamente,
Baixando barreiras.
Os que chegam perto, e ficam.
Adentro!

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Sempre me esforcei,
M
anter-me fiel a mim mesma!
Sem ódios, rancores ou maldicências.
Aguentar e resistir de chama acesa,
A Fé!
A essência!

Acedi a solicitações e caprichos.
Procurei satisfazê-los de livre vontade.
Pela complacência de dar prazer.


Errei!
Fui permissiva ...até com a dor.
Assenti de alma ao léu ...
E de tanto assim agir,
Olvidei de mim,
Imensamente.

Kommentare:

Anonym hat gesagt…

A catarse de uma vida..

um abraço.. forte.. sentido..

..§

franz f. hat gesagt…

sonhadora :)

Beijo e abraço meigo *

Equi. hat gesagt…

...sempre inspirada...sempre profunda... sempre!

beijo* :-)

AlmaAzul hat gesagt…

...Que somos nós sem os nossos erros? ...

Abraço