Montag, Mai 07, 2007

Cachoeira de Quimeras



Há momentos que receio o ritmo deste coração.
Insensato no seu tempo,
Bater descompassado, incerto.
Inteireza intensa da alma que dói.
Deste corpo insepulto,
Alienado!


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Medo da saudade.
Das ausências súbitas.
Líricas fraudulentas!

Raream palavras.
Escasseam diálogos,
Probidade não ouço.
Não vejo!
Não escuto o brio das promessas em pregão.

Dos amigos apenas sinto.
A distância limitada.
Restringida a meios abraços,
Não dados!
Sentir, dissentindo.
Aturdimento!

Modorrando sentidos em desalinho que me tomam à socapa,
Azafamados, deixam um sabor amarujento,
Absintado nos lábios.
Esta desesperança agreste,
Agre de despedidas que me rodeia.
Desgasta!
Aniquila!

Uma mudez que me inunda.
Que me embarga a voz.
Não dos que não sabem falar,
Mas dos que sofrem afasia nos gestos
Dos que carecem dum ombro-colo;
Onde descansar o pranto das noites insones,
De mares em fúria.

Sou foz de sentimentos, emoções
Detrás de comportas trancadas.


Solidão!
Não a dos sozinhos,
Mas dos que andam em multidões de avessos.
Dos estrangeiros em própria vida.
Imigrante de suas horas.

O que carrego sob a pele,
É a fibra dos que espalancam asas ...
Ousam o voo.
Dos que se permitem, mergulhar no céu, pairando ...
Mariposeando num arco-íris.


Para os que já tenham sentido no peito,
O explodir da lua em todas as fases;
Dos que se atrevem ouvir o vento,
Sabendo guardar o segredo.
Dos que já cometeram erros,
E sabem que a vida é feita de imprevistos, de momentos.

Esta noite extravasa dentro,
Transborda de mim,e ...
Eu já não caibo no meu traçado.

O sangue corre liquido-fogo.
O ar é rarefeito,
Estrelas tremem de frio no firmamento.
Erosões de vontades, definham
Armadilhadas no desejo, extenuado de chegadas.
Doem-me!
Sangro!
Sufoco, afogo!
Calo-me!






Mensagens em garrafas,
Baloiçam-se no oceano,
Interminável desta noite.

Nunca saberei se na apanhadura,
Alguém lerá,
Decifrando a exacta leitura!






Kommentare:

Equi. hat gesagt…

... um beijinho :-)

...está muito sentido :-)

* :-)

franz f. hat gesagt…

Olá sonhadora :)

"...mensagens em garrafas...", não sei se serão decifradas...mas as suas palavras, contemplo-as, admiro-as...

Beijo e abraço meigos *
Fique bem :)

sonhadora hat gesagt…

Olá Equi. :-)*

Sim, sentido ..
Não tanto como gostaria de expressar.

Esgotei as palavras.

Beijo meigo em ti :-)

sonhadora hat gesagt…

pois Franz ...para além de não se usarem as ditas ..

As mensagens são entendidas como cada um bem entende.

agradeço de alma todo o seu carinho e atenção.

Admiração? Não, não sinta!

Goste apenas destas letras, são como sangue fluindo,pequenos desbafos.

Pedacinhos da minha alma, em todos os sentidos.

Obrigada ...

*