Samstag, September 15, 2007

„Noite de Tormenta!“



Hoje não me apetece poesia, nem palavras bonitas e mornas.
Apetece-me guerrear, correr aos berros pelas ruas.
Erguer espadas!
Gritar!


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Agarrar algumas pessoas pelos fundilhos e sacudi-las,
extrair olhos e soprar-lhes na alma.
Abrir peitos a murro,
de certos pavões-Homens, orgulhosos, egoístas e egocêntricos.
Arrancar-lhes à dentada o coração-pedra de dentro e mostrar-lhes que o viver é outra coisa.

Incutir-lhes, tatuando a fogo e sangue frio, na pele, que esta vida é de todos!
Que se vivemos hoje com tanta gente ao redor é por alguma razão.
E certamente não é para andarmos pelas ruas de olhos fechados, sentindo-nos orgulhosamente únicos!
Pedantes!


Bradar aos surdos de olhares, que vale a pena estender a mão!
Ajudar quem necessita, por vezes, apenas com um pouco do nosso tempo,
uma palavra meiga,
um simples gesto de conforto.
Que não se é menos Homem por um pouco de humildade e nobreza!
Solidariedade!
Amizade!

Sentir que vivemos e não apenas vegetamos num mundinho perfeito de faz de conta.
Esterilizado!
Organizado!
Equilibrado!

Fingindo que somos honrados, justos!
Sinceros!
Puros de alma, amigo de seus amigos.
Balelas!
Tretas!
Mentiras!

Estamos aqui de passagem!
O Amanhã pode não chegar!
E o Agora ...passou!

Basta!

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Sinto-me cansada!
Alquebrada ...de confiar, de acarinhar,
de desculpar uma, outra e outra vez, quem não merece!

Não consegui conciliar o sono, dormi malissímo,
por culpa minha, apenas!
Por idiotia!
Por ser assim, tão estupidamente confiante ...em quem gosto!

Por entregar-me sem reservas, ficando à mercê da mesquinhez e pequenez de tantos!
Por deixar a raiva apoderar-se da alma, como ave de rapina, roubando-me o sossego da noite.
Hei-de arrancar-te da alma!

E no entanto, agora mais calma,
Mais eu.
Sem nenhuma contrição!
Sem pesar ou arrependimento,
de ser e sentir como sinto!
Eu!
Diferente!
Alada!

Kommentare:

Equi hat gesagt…

está lindo, intenso... como tu :-)

beijinhos :-)

sonhadora hat gesagt…

Equi :)

Sempre uma palavra meiga :)

Obrigada pela paciência e a ajuda na correcção de alguns erritos que na pressa ficam por aí, espalhados :)

Beijoca meiga :)

TempoBreve hat gesagt…

Uma tormenta a duas cores nas letras e com as tais imagens a cortarem o discurso, mas a que tenho de me habituar.
Gostei do texto. A sério. Principalmente do da primeira cor. E se não lhe apetecia poesia, tenha lá paciência,mas você fez poesia. A poesia, como deve saber bem melhor que eu, é uma forma de arte também ideal para expressar emoções e ideias fortes. Na verdade, se é de murmúrios de alma e de paz, a poesia é também, e muitas vezes tem que ser mesmo, de gritos e de guerra.
Gostei de vir aqui.
:-)

zuzinha hat gesagt…

E sabes porquê?
Porque és parva... gosta logo e depois aproveitam-se.
Basta ver a tristeza nos teus olhos quando te vi.
Vive e aproveita viver!
Beijoooo

Anonym hat gesagt…

Por vezes também me apetece gritar e guerrear.

Mais uma vez parabéns pelo belíssimo texto.

:-) um abraço Cor

sonhadora hat gesagt…

Bom dia, TempoBreve :)

Não, não pretendia escrever poesia, nem poeta sou.

Escrevo e descrevo o que sinto ou penso, num determinado momento.

Apraz-me que tenha gostado do texto, vindo de si, é um elogio.
Obrigada :)

Confesso-lhe que gosto de o ler, sempre gostei.
E que como vc, tb gosto de khalil Gibran, o profeta tenho há uns anitos tb :)

Abraço de excelente dia para si :)

sonhadora hat gesagt…

Zuza, minha míuda querida ...:)

Não digas isso :(
Não tem a ver com parvoíce. Mas sim com atitude. Com maneiras de ser e estar na vida.
A minha ..é a que conheces!
E não a vou mudar por uns quantos abstrôncios.
Aproveitam-se?! Deixa ...
No final, e apesar das "feridas",sou sempre eu.
Com o mesmo jeito ..
Com o mesmo sentir ..

Enfim!
Gosto de mim assim. Pronto!

Quanto à tristeza no olhar, pois ...
Poucas vezes me senti tão perdida e desemparada como me viste e sentiste.
Já passou ..*

Beijooo Imenso em ti :)

(Saudades)

sonhadora hat gesagt…

Cor :)

Mais uma vez, obrigada eu de aqui entrar e ler-me.

Dia lindo para si :)

damularussa hat gesagt…

Por essas e por outras mais, nada como uma pequena oferta de desprezo aos molhinhos, aos tais abstrôncios (e digam lá que não sou generosa!)
A propósito, gostei da denominação:-)

Ainda te deixas magoar?

Tonta*

Se isto não é poesia, então o que fazem os poetas? É sim!

Terno abraço..*

Anonym hat gesagt…

Só li uma vez e, de assentada..
com essa energia toda..ainda sobrava alguma para estes lados e, os fundilhos das calças já andam puídos :-)))

..mas também sou muito emotivo e não concebo a vida sem o ser..
..gostei dessa energia boa saída de Ti..:-)

Hoje fica um cesto das flores que tu gostas..

abraço

..§

Andrea hat gesagt…

só deixar-te um beijinho*

sonhadora hat gesagt…

Ai Mulinha ..rs rs

Gostei dessa dos molhinhos ;)
Até agora conhecia os de salsa, coentros e os de agrião (hummmm ..)

Mas esses não! :)

Talvez aprenda um dia.
A desilusão e decepção é um dos primeiros passos para essa aprendizagem.

Começa por morrer a confiança, permanece o carinho, pois não se deixa de gostar ou amar alguém de um dia para outro. Apesar de tudo.

E eu não sei amar assim assim.
Eu amo ou não!
Ou gosto, ou não!
Enfim ... :)

Às vezes salta-me a tampa, e mostro as unhas, mas felizmente rápido me passa a raiva.

(Que testamento, mulher, dava um post ..rs rs)

Beijo em ti ..Mulher linda :)

sonhadora hat gesagt…

..§ :)

Obrigada.

Vc anda a surpreender.me com os comentários. Muito bem, muito bem :)

Agradeço o cesto de margaridas, faziam falta, no jardim já não tenho. :)

Fique bem.
Um abraço :)

sonhadora hat gesagt…

Andrea ..:)

Beijoca retribuida :)

Obrigada pela visita.

zuzinha hat gesagt…

Boas...
Agora que sou uma pessoa muito, muito, mesmo muito ocupada, só me resta concordar com a Mula (querida, fofa, mimosa...lol)!
Beijo em ti e... toca a "ARREGAÇAR"as mangas que preciso de braços;)*
Beijocas!*
(Também Gosto De Ti!...Muito!)

sonhadora hat gesagt…

zuza :)

Arregaçar as mangas?!
Não posso fazer esforços ..rs
Se queres ajuda nas mudanças, mando uns amigos meus,matulões, daqueles com permanente debaixo dos braços ..lol

Olha ..
Vê lá se apareces, sim?!

Beijoca meiga, Baixinha * eheheh

Anonym hat gesagt…

Não podemos deixar de acreditar nas soluções correctas mas contra inimigos simpáticos às vezes temos que levar essa luta dissimulada para um campo de batalha, de outra forma estaremos sempre em desvantagem se sempre nos educámos para pensar, falar e agir numa mesma linha, a da sinceridade nua tanto nos afectos como nas agressões.

Eles que se fodam. Se ao nosso lado não têm como ajudar à nossa felicidade, opostos a nós também não saberão como tornar-nos infelizes.

Em cada casa há uma regra, se a regra não é nossa a casa também não.



Este "Anónimo" conheces tu...
Beijo

sonhadora hat gesagt…

Anónimo ...

Sabe ...
Confesso-me incapaz de decifrar o seu comentário.
Sinceramente, li, reli e tornei a ler ...e não entendi!

Afirma no final que o conheço, pois não me parece que assim seja.

É-me completamentamente estranha a sua forma de expressar-se.

Talvez possa explicar-me e identificar-se, pode ser?
Agradecia.

Bom domingo :)

querubim hat gesagt…

estava eu para aqui a ler toda esta mágoa condensada, quando me deparei com este destapar de carica sentimental...sim senhor! gostei. valenti!!beijoca, se me é permitido... "rs"