Mittwoch, Januar 03, 2007

Renascer de Ti





Alma coração, fortaleza de paixão
Capaz de romper a couraça
Formada em cada lágrima , fluidos de dor.
Gelo espesso, endurecido
Envolto em dormência e esquecimento.

Senti entre os dedos, a pele…
A suavidade d'um sorriso.
Quiçá, tormento matreiro…

Renascia a esperança ...
e o desejo a amar.

Photobucket - Video and Image Hosting



E sonhei …sonhei novamente!
e não sei como...
nasceram palavras inteiras,
versos intensos;
poemas de amor.

Com a força da minha verdade;
Empunhei bandeiras,
coloridas por trinados de guitarras
entoando melodias que cantam
o sentir da alma,
das derrotas;
das vitórias;
E o chão frio da traição!


Dos que caem…
E se levantam!
com o firme intento
de continuar a acreditar ..
Acreditar ...no Amor.

Senti o passado farsante, massacrante…
Que sempre me recorda
Como se tivesse nascido morta!

E o chão move-se …
As paredes e tectos dão voltas…
E sinto nauseas nos olhos, pelo que chorei.
E os desertos em que vivi.

Tive medo de ser sorriso!
De ser verso, luta, missão!
Vi minhas forças derramadas
Em terras inertes...
Onde senti poder desenhar sonhos meus.

Senti em ti … esperança!
Um mar imenso de sentimentos vivos.

Repuseste vida nas minhas carnes
E brilhos de estrelas em olhos de água;

Converteste minha pele numa juventude rebelde
E outra vez, como antes, renasci de Ti
Para voltar a morrer em mim...

Kommentare:

Icanfly hat gesagt…

A Poésia,é para ser sentida,mas a tua quase que obriga a interpretar,gostei.

Beijinho e bom dia.

franz f. hat gesagt…

Olá sonhadora,

Muitos parabéns pelo poema! Sabe...é uma pena que não escreva com mais frequência...tem um talento enorme.

Noite serena a sua.

Beijo meigo :-)

zuzinha.zu hat gesagt…

Olá, minha meiguinha!
O prometido é devido.
Senti-te nostálgica, saudosa e infinita em palavras como só tu sabes ser.
A tua alma esplendorosa devora os versos de forma inevitável... a ternura com que relatas é dilacerante.
Gosto-te muito...*
Zuzita

Anonym hat gesagt…

Na "vitrina" da minha alma de momentos (outrora os colecionava), sentia tê-los todos..

Hoje.. sei que não, não tenho..o momento de sonho..

Um dia, dir-lhe-ei..adeus, saberei a diferença de.. um nunca mais..

margaridas

..§

Anonym hat gesagt…

..§