Montag, Juli 16, 2007

Fado







Emudeci como as pedras
Num silêncio de queixumes
Em mãos de guitarras caladas!
Gemidos leves, ternuras,
Xaile de franjas rasgadas.


Enxugo os sentidos,
O querer maior,
A imensidade de um carinho
ténue e inutil labareda, agora,
agitada num sopro de vento sem brio,
Já desmaiado!

Lacrei palavras e sílabas,
embaulei-as fundo, ocultas
No sigilo profundo de cinzas,
seladas em lagoas saudosistas!

Esperando-Te!







(Lentamente voltando ao normal, quase recuperada, re-aprendendo os movimentos. Beijoca a todos)

Kommentare:

Anonym hat gesagt…

O mau feitio também na normalidade? :-)) (desculpa, não resisti)

Continuas a misturar divinalmente as letrinhas..

uma margarida

..§

sonhadora hat gesagt…

Normalissimo anonym ..

Cada dia estou pior de aturar ..e olhe, com tendência a piorar, com a idade, sabe como é ...rs


Obrigada pela margarida.
Tenho o jardim povoado delas, lindissimo :)

Anonimo(SitiodasSerras) hat gesagt…

Repousas sobre uma cadeira de baloiço, contemplando o horizonte, onde a noite e o dia partilham o céu, no mesmo momento, onde o Sol se abraça à Lua e as estrelas brilham.
Este é o mundo de sonhos que seguro na ponta dos dedos, como uma estrela cadente que risca o céu desta noite, para realizar os teus desejos.

Afago meigo

Naõ te soube "acidentada"
Aflijo-me ainda a tempo...?

Fallen Angel hat gesagt…

(*)

Anonym hat gesagt…

Olá!! O prometido é devido, por isso cá estou...como não tenho hábito de blog, não percebo nada do que posso ler ou onde comentar, etc;)....!! Até breve! Tony.

sonhadora hat gesagt…

Olá sitiodasserras ..:)

E eu lá quero que se preocupe, ora ...

Já estou quase quase boa :)

Afago :)

Fique bem

sonhadora hat gesagt…

fallen angel ..:)

Abraço meigo para ti tb :)*

sonhadora hat gesagt…

Olá Tony :)))

Bem vindo :)