Montag, Dezember 18, 2006

Natal







Surpreende-me sempre a rapidez com que chega!

Tempo de nostalgias, de lembranças, de emoções de outros natais.
Nos meus tempos de criança ...não havia quase nada, mas haviasempre algo.

Havia a alegria antecipada.
O frenesim das preparações.
Havia o cheiro a pinheiro,
Havia o verde alegre da árvore quase ao natural.
Não tinhamos luzinhas multicolores, nem velas, nem bolinhas de cristal.
A nossa árvore vestia-se de uns quantos chocolates, (só os tinhamos nesta época),umas sombrinhas aqui ...uns ratinhos ali.
E o toque final na nossa decoração ...
uns flocos de algodão, atirados por ali entre umas quantas risadas e brincadeiras.

Presentes, como hoje se oferecem:
...não havia. E se as havia, eram um par de meias;
umas calças ou blusa, feitas de um pedaço de pano comprado nos ciganos.

Mas mesmo assim sendo, os sapatos ficavam esperando;
em fila,
perto da lareira. E tudo que lá dentro estivesse era sempre bem vindo, acompanhado de enorme sorriso ...

Recordo um outro natal ...Anos depois.
Ruas vestidas de um frio manto branco e desertas ...
Noites acesas de cores, brilhantes ...como se as próprias estrelas decorassem todas as árvores e casas.
O meu primeiro natal branco e brilhante;
E solitário ..
Como companhia um estomago roncando de fome e as recordações de natais passados.
Não era nada ...mas aquecia, pelo menos a alma.

E hoje ...
Natal é um corre, corre desenfreado
Um comprar e comprar sem nexo.
Lojas cheias de gentes,
Artigos de moda esgotados.
E todos queremos o melhor ...

E depois deste stress continuo de dias e dias ...
Lembramo-nos (nem que seja por segundos) que é época de Amor e Paz!

E sorrimos!
E alguns ainda fazem umas quantas boas acções!
Enfim ... é Natal!!!


E sim ...Continua a surpreender-me a sua chegada ...
Cedo demais!









(Assim é o Natal de muitos ...pensem)



Boas Festas a todos

1 Kommentar:

Icanfly hat gesagt…

Feliz Natal,para Ti tb.